VEM VERÃO!


written by Marco Sassen on January 28, 2016

Enfim chegou a estação mais esperada do ano, aquela mais explorada pelas companhias de cerveja, com suas propagandas recheadas de modelos usando pouca (ou nenhuma) roupa. Não é por acaso que estas empresas exploram a estação, o produto vendido por elas em temperaturas estupidamente baixas, combina com este clima e as vendas neste período são maiores que todas as outras estações do ano.

 

Não é só de cervejinhas que deve ser o nosso verão! Existem vários estilos de cerveja que podem proporcionar o mesmo frescor de uma ‘loira gelada’, porém com mais sabor e complexidade. É a combinação de alguns fatores que conferem refrescância às cervejas, como o baixo teor alcoólico, baixo corpo, acidez, citricidade no paladar e ausência de dulçor residual. Além disto, a temperatura mais baixa de serviço também ajuda a combater o calor.

 

Nas praias da Zona Sul da Cidade Maravilhosa, por exemplo, é possível encontrar ambulantes oferecendo a cerveja Irada!, uma artesanal que tem como público alvo os banhistas do Rio que não abrem mão de uma boa breja. Ela é servida em mochilas adaptadas, conservando a loira gelada por mais de uma hora mesmo nas altas temperaturas do verão carioca. Para encontrá-la no Leblon é fácil, é só seguir o grito dos vendedores ambulantes: Olha o malte!

 

Mas para quem não está em terras cariocas, várias opções de estilo podem harmonizar com o verão e com as comidinhas leves que esta estação exige, como witbiers, berliners weisses, lambics, sours ou pilsners. E para as noites mais animadas, podemos curtir cervejas de personalidade, como as APAs, IPAs, Saisons ou Blond Ales.

 

Uma ótima pedida também são as Sessions Beers, que são versões mais leves em termos de ABV (álcool por volume) de qualquer estilo de cerveja, mas mantendo as características principais da versão original, como aroma e sabor. As Sessions teriam nascido na Inglaterra no início do século passado, para os trabalhadores consumirem nos intervalos de seus trabalhos sem se embriagar (daí o termo session – sessão ou período de tempo em inglês). Além de menos álcool, muitas vezes apresentam também menos corpo e amargor que os estilos base, se tornando um copo cheio para nosso verão tropical!

 

Bruno Martins (o Mosquito!) é Engenheiro por profissão e Sommelier de cervejas por paixão. Formado pelo ICB – Instituto da cerveja Brasil, gosta mesmo é de beber boas brejas com os amigos e sem frescura.


Leave a comment